Problemas na Sociedade

Por passarem por locais como o lixo, em que diversos agentes microbianos são encontrados, as formigas domésticas, através de suas patas e cerdas, podem ser veículos de inúmeros agentes causadores de doenças, ocasionando diarréias e vômitos caso os alimentos sejam contaminados por estes insetos.
Em hospitais, as formigas são um perigo em potencial. Nestes, elas podem se alimentar de restos de materiais infectados, assim como transmitir bactérias e material patológico para pessoas, instrumentos e alimentos que ocasionalmente são destinados aos pacientes. Sendo assim, podem causar infecções hospitalares.

Algumas espécies instalam-se em aparelhos domésticos eletrônicos, por eles apresentarem temperatura adequada para sobrevida e procriação, e liberam uma substância ácida que deteriora os aparelhos.

Principais Espécies Urbanas Encontradas no Brasil

Tapinoma melanocephalum (formiga-fantasma):
São pequenas, com o corpo claro e a cabeça escura. Constroem seus ninhos perto ou dentro das residências, atrás de rodapés e batentes.

Paratrechina longicornis (formiga-louca):
Sua cor varia indo de tons marrons escuros até o preto. Constroem seus ninhos perto ou dentro de residências, dentro das paredes e atrás de janelas e forros.

Monomorium pharaonis (formiga-do-faraó):
Sua cor varia de tons amarelos até o marrom claro. Constroem seus ninhos em cavidades encontradas nas residências.

Pheidole megacephala (formiga-cabeçuda):
Sua cor varia do vermelho até o marrom. Possuem uma cabeça muito grande em relação ao corpo. Constroem seus ninhos no solo, frestas de calçadas ou atrás de rodapés.

Wasmannia auropunctata (formiga-de-fogo ou pixixica):
Possuem coloração marrom claro dourada. Constroem seus ninhos em guarda-roupas, camas, berços.

Lenipthema humile (formiga-argentina):
Sua cor varia nos tons marrons. Constroem seus ninhos próximos a locais com água e alimento, como banheiros e cozinhas.

Camponotus sp. (formiga-carpinteira):
Seu tamanho é variável e sua coloração atinge tons do amarelo ao preto. Constroem seus ninhos em batentes de janela e porta, além de assoalhos, podendo ainda habitar aparelhos eletrônicos.

Crematogaster sp. (formiga-acrobática):
Sua coloração varia do amarelo ao marrom escuro. Constroem seus ninhos em qualquer estrutura de madeira.

Solenopis sp. (lava-pé):
Sua cor varia do amarelo claro ao preto brilhante. Constroem seus ninhos exteriormente às residências, formando montes de terra, ou ainda, em aparelhos eletrônicos.

Não se deve utilizar inseticidas indiscriminadamente, pois apesar de algumas operárias morrerem no local, outras avisam a colônia, que rapidamente se distribuirá para diversos outros locais, formando novos ninhos.
Existem vários métodos para controle de formigas. Entre eles, destacam-se métodos mecânicos, quando se identifica e elimina-se mecanicamente o ninho; métodos culturais, que consistem na aração, em culturas de armadilhas e em resistência de plantas; métodos biológicos e naturais, ainda em aprimoramento; e métodos químicos. Em relação aos métodos químicos, existem várias formas de se proceder, diferindo entre eles principalmente a formulação e o modo com que são aplicados. Os formicidas podem ser aplicados de diferentes modos: pós secos e concentrados emulsionáveis; gases liquefeitos; soluções nebulígenas e iscas granuladas. As iscas granuladas são de fácil aplicação, dispensando aparelhos e não apresentam perigos de intoxicação. Possuem um alto grau de eficiência.

A simples aplicação de inseticida pode ser ineficaz, pois ela abrangerá um efeito restrito apenas àquelas formigas que estão visíveis, isto é, aquelas que se encontram fora do formigueiro, representando aproximadamente apenas 5% da colônia, enquanto que as outras 95% estarão protegidas em seus ninhos.

Muitas providências podem ser tomadas na busca do controle das formigas em casa, mas é importante lembrar que essas formigas não desaparecem da noite para o dia e o controle exige muita paciência e persistência, pois como essas formigas possuem muitas rainhas, elas apresentam um fenômeno conhecido como sociotomia, que é a divisão do formigueiro em vários outros quando existe algum tipo de perturbação ambiental.

Dicas

Algumas medidas simples podem ser tomadas:

» Limpar bem os locais com restos de alimentos, principalmente doces;

» Vedar potes com alimentos;

» Colocar açúcar em potes hermeticamente fechados;

» Quando já houver formigas, proceder da seguinte maneira: seguir a trilha e tampar o orifício por onde elas entram e
   saem, principalmente, na junção de azulejos, batentes ou qualquer outra fresta;

» Se o formigueiro estiver na terra, devem se proteger pés e pernas e jogar água fervente. Também se deve cavar até
   achar os ovos (bolinhas brancas) e jogar água fervendo com sabão sobre elas.

Guia rápido para eliminar as formigas de casa:

» Faça uma mistura de açúcar com água;

» Corte pequenos pedaços de mais ou menos 4cm x 4cm de papel laminado e pingue uma gota da mistura em cada
     um; depois disso, distribua-os em diversos pontos da casa, preferencialmente próximos aos lugares onde as
     formigas aparecem;

» Logo após um curto período de tempo já será possível observar que as formigas estarão formando uma grande
     fileira e se alimentando da mistura sobre o papel laminado;

» Encontre a origem da fileira de formigas formada e aplique, com o auxílio de uma seringa, uma mistura igualmente dividida de água e detergente;

» Após o procedimento anterior, feche, com massa ou outro material ao alcance que seja isolante, o buraco onde foi injetado o detergente;

» Continue repetindo esses passos por diversos dias até que a população de formigas diminua.

Observações:

Quanto ao guia prático, se a fileira de formigas estiver saindo de uma tomada elétrica não utilize detergente, pois o resultado disso seria bem pior do que ter a praga instalada em sua casa. O correto nesse caso é usar talco de bebê, pois o talco entope as aberturas das formigas por onde elas respiram, além de reagir com o corpo da formiga.
Mantenha o hábito de fechar frestas constantemente. As formigas podem se alojar em frestas muito pequenas ou podem simplesmente vir do jardim. Vasos com plantas também podem abrigar pequenas colônias.

Não se esqueça que formigas preferem viver próximas a fontes de alimento. Se você tem o hábito de levar comida para o quarto, vai ter problemas lá também.

Uma árvore morre após suas folhas serem cortadas três vezes seguidas; um formigueiro necessita, por ano, de uma tonelada de folhas para sobreviver; com 12 formigueiros por hectare, não se encontra uma única árvore viva, na área. Um formigueiro de 10 metros quadrados pode, potencialmente, matar 37 árvores, o que equivale a 3,6 metros por hectare.
Em Barueri (SP), o povo usa uma infusão de saúva em cachaça para esfregar em partes do corpo atacadas por reumatismo. A içá, que pode ser comida, é considerada como um afrodisíaco.

Saúvas podem ser utilizadas na suturação de feridas. Os Índios da Guiana coletam soldados de saúvas, aplicam suas mandíbulas aos lábios da ferida, que são mantidos juntos. As formigas mordem, seus corpos são arrancados, e a fileira de mandíbula permanece até que a ferida cicatrize.

As formigas nunca dormem. Elas trabalham por turnos e, para poder descansar, apenas diminuem o seu metabolismo, entrando assim num estado de latência.

Túneis do formigueiro

Grandes colônias podem chegar a possuir até 8 rotas distintas destinadas para o forrageamento.

Formigas patrulheiras não designam sempre as mesmas formigas para o mesmo caminho, alternando entre elas as rotas.

Colônias novas, normalmente destinam suas forrageiras para uma única grande fonte de alimento, uma vez que a encontram.

Produtos relacionados

Sobre a loja

A Turbo Dedetizadora e Desentupidora a 10 anos atua no mercado goiano, contando com profissionais bem treinados e capacitados tanto no serviço como no atendimento personalizado ao cliente. Possuímos um atendimento altamente qualificado para identificar o seu problema e enviar a equipe técnica ao local.

Pague com
  • Mercado Pago
Selos
  • Site Seguro

TURBO DEDETIZADORA & DESENTUPIDORA - CNPJ: 24.493.659/0001-95 © Todos os direitos reservados. 2022


Para continuar, informe seu e-mail